Alguns alimentos “milagrosos”

Todos os anos há novidades na área do emagrecimento. Da vagem de feijão às cápsulas de ananás, do chá virgem às algas, e por aí em diante. As promessas chegam com a primavera, mas a verdade é que nenhum produto faz derreter as gorduras!
Por exemplo, a vagem de feijão é rica em fibras e permite regular o trânsito intestinal, mas não faz emagrecer. Quanto às sementes, que supostamente têm a propriedade de inibir a transformação e assimilação dos hidratos de carbono, podem provocar perturbações intestinais graves. A bromelina do ananás e o chá chinês não absorvem a gordura. Quando muito, têm efeitos sugestivos e psicológicos. As algas enchem o estômago sem calorias, pelo que reduzem o apetite, mas não fazem perder peso. As dietas baseadas num único alimento são, sem dúvida, hipocalóricas, mas também perigosamente desequilibradas.

Nem todas as plantas são inofensivas e algumas podem ser tóxicas.