Dietas muito restritivas

A maior parte das dietas de emagrecimento rápido são demasiado restritivas. É o caso de algumas monotemáticas ou de todas as que anunciam “Perca x quilos numa semana” ou “até ao verão”. Estes regimes têm uma quantidade calórica diária muito reduzida, com valores que rondam as 600 a 900 quilocalorias por dia. A soma diária não deve estar abaixo de 1200 quilocalorias em mulheres relativamente sedentárias e de 1500 quilocalorias em homens também mais inativos.

 

Se a restrição for grande, o organismo vai, como sempre, recorrer às suas reservas. No entanto, antes de usar os depósitos de gordura, o corpo dirige-se aos músculos. Ao digeri-los, produz atrofia. Fabrica também racetona, o que eleva o ácido úrico. Esta transformação é acompanhada de desidratação. A balança mostra perda de peso, mas a descida está  longe de ser só à custa de gordura.

Este tipo de regime é completamente desaconselhado.