Equilíbrio o seu segredo

Os Masai, um povo da Africa Oriental, alimentam-se exclusivamente a base de leite, um alimento rico em proteínas de alto valor biológico. Em média, ultrapassam em 10 quilos as outras etnias da região e medem também mais 10 a 12 centímetros. Em contrapartida, a ausência total de proteínas na alimentação provoca uma doença chamada kwashiorkor. Esta afecta os lactentes privados de leite prematuramente e as populações que se alimentam apenas de cereais. Entre os dois extremos, é difícil determinar a quantidade exacta de proteínas de que o ser humano precisa. Geralmente, recomenda-se um consumo entre 50 e 60 gramas por dia, ou seja, 10 a 15 por cento da energia diária necessária. A Organização Mundial da Saúde recomenda cerca de um grama de proteínas por quilo de peso corporal e por dia. Diversificar a alimentação é o melhor meio para obter todos os aminoácidos indispensáveis. Este pnncípio de complementaridade está. aliás, na base da maioria das dietas vegetarianas. Um consumo de proteínas superior às necessidades do organismo corresponde a um excesso de energia e. portanto, de calonas Estas, inevitavelmente, transformam-se em gorduras.