Obeso e desportista:casamento possível?

Obeso e desportista:casamento possível?

Obeso e desportista:casamento possível?

Existem casos de obesidade extrema, nos quais o exercício tem pouco ou nenhum efeito sobre o emagrecimento, como se o organismo não tivesse a capacidade de utilizar as gorduras como combustível. Porém, a maioria das pessoas, inclusive as muito gordas, podem modificar completamente o seu aspecto físico através do movimento, do desporto e do exercício, mas também da alimentação. Entre o corpo de uma criança, naturalmente activa e ágil, e o do adulto obeso e sedentário corre um processo muito lento. Dois meses de dieta, mesmo rigorosa, não são suficientes para recuperar essa silhueta e agilidade naturais. Portanto, é inútil praticar exercícios curtos e intensos. Não o fazem emagrecer, pois o sistema de combustão das gorduras não entra imediatamente em funcionamento. Calcula-se que seja necessária cerca de meia hora para que as gorduras derretam e forneçam ao corpo o combustível necessário. Como já referimos, o glicogénio é o primeiro a proporcionar energia.

Com o exercício aeróbico, o coração é fortalecido, ganha volume e bombeia mais sangue. Os vasos sanguíneos dilatam-se e a sua utilização multiplica-se. Os riscos de enfarte e de outras doenças cardiovasculares diminuem significativamente. O exercício aeróbico diminui a gordura no sangue, logo afasta a ameaça do colesterol.

Pode retirar prazer do exercício. O nosso cérebro segrega moléculas neurotransmissoras. Um grupo destas moléculas, as endorfinas, tem a particularidade de adormecer a dor física, pois os seus efeitos são anestesiantes. Essas endorfinas são libertadas pelo organismo durante o exercício. Quanto mais o esforço se prolonga e solicita os músculos, fazendo-os sofrer, mais essa substância se espalha pelo corpo. Tem uma estrutura próxima da morfina, o que explica a sensação de prazer proporcionada pelo esforço, por exemplo, às pessoas que praticam jogging. Sentimento que as leva a praticar quase todos os dias. Nestes casos, o exercício converte-se numa espécie de droga, de que necessitam para se sentirem bem.

Se for sedentário e obeso, comece por andar a pé. A marcha deve ser aeróbica, isto é, praticada com energia, mas sem violência, durante, pelo menos, meia hora. Se fizer esses passeios várias vezes por semana, verá a sua silhueta estreitar passados três meses, talvez menos. É inútil procurar reconforto na balança, já que o músculo é mais pesado do que a gordura, mas menos volumoso. Se tem a impressão de ter emagrecido, mesmo que a balança não o registe, não se enganou!

Respeite os seus limites. Comece suavemente com um aquecimento progressivo e nunca force a dose. Se estiver ofegante, descanse alguns instantes. Quanto tempo por semana? Depende da sua condição física, do tipo de desporto praticado, da estação do ano, das eventuais advertênçias médicas.Eis algumas sugestões de plano:

– três sessões de jogging ou de marcha;

– uma de bicicleta, uma de marcha e uma de natação;

– uma de esqui, duas de natação.

Não se esqueça de beber água durante e depois do esforço, em pequenas quantidades de cada vez. Mesmo com o tempo frio, o organismo em esforço perde até meio litro de suor por hora.

Obeso e desportista:casamento possível? | Dietas para Emagrecer